Apoio: apoio

Posters

Estudo avaliou critérios de resposta ao tratamento da SpAx

Na espondiloartrite axial (SpAx) existem vários critérios de atividade da doença e critérios de resposta, usados para avaliar a eficácia dos respetivos tratamentos em ambiente de ensaio clínico. O trabalho intitulado "Which Disease Activity Outcome Measure Discriminates Best in Axial Spondyloarthritis? A Systematic Literature Review and Meta-analysis", apresentado na edição de 2020 do ACR Convergence, procurou comparar a capacidade discriminativa dos critérios usados em ensaios clínicos da SpAx com o intuito de avaliar a resposta no braço de tratamento ativo e do grupo placebo. Assista às declarações em vídeo da Dr.ª Augusta Ortolan, primeira autora deste trabalho, que apresentou uma síntese dos resultados obtidos.

Ver mais

Espondiloartrite axial radiográfica (R-axSpA) em discussão no ACR Convergence 2020

A doutoranda em Reumatologia da Leiden University Medical Centre, Dr.ª Rosalinde Stal, apresentou o estudo “In Radiographic Axial Spondyloarthritis, Bridging Syndesmophytes Increase Risk of Facet Joint Ankylosis Development on the Same Vertebral Level While Facet Joint Ankylosis Does Not Increase Risk of Same Level Syndesmophytes Development”. Em declarações à News Farma, a Dr.ª Rosalinde Stal sintetizou as principais conclusões deste trabalho, apresentado durante a reunião anual do ACR em formato de e-poster. Assista ao vídeo. 

Ver mais

“Estudo alerta para a necessidade de termos técnicas imagiológicas mais sensíveis”

O poster da especialista em Reumatologia Dr.ª Mary Lucy Marques: “No relationship between lumbar bone mineral density and Syndesmophyte formation at the same level – a multilevel analysis in patients with radriographic axial spondyloarthiritis” foi aceite para apresentação no ACR 2020. O estudo, realizado em conjunto com a Universidade de Leiden, tinha como objetivo testar a teoria de que a perda de massa óssea vertebral seja o desencadeante de uma nova formação de osso na tentativa de estabilização da estrutura óssea, mas ocorrendo em locais anatomicamente distintos.

Ver mais

A eficácia do metotrexato na arterite de células gigantes

“Metotrexato fornece um contributo seguro e eficaz na prevenção de recaída na doença arterite de células gigantes”, nota a Dr.ª Sofia Barreira, interna do 5.º ano de Reumatologia, do Hospital de Santa Maria – CHLN, sobre os resultados do estudo apresentado ACR Convergence 2020.

Ver mais
Pág. 1 de 2

Newsletter

Receba em primeira mão todas as notícias